Salmo 65A
Melodia: Saltério de Genebra
Métrica: 9 6. 9 6. 9 6. 9 6
Modo: eólio
Compositor: Louis Bourgeois, 1543
Harmonização: Claude Goudimel, 1564
Letra: Comissão Brasileira de Salmodia, 2020
1 A ti louvor e confiança seja ͜ em Sião, ó Deus
E ͜ a ti o voto será pago, oh! sim, se pagará
2 Ó tu que ͜ a oração escutas, todos virão a ti
3 Por causa das iniquidades e suas transgressões

Se ͜ as nossas transgressões dominam, tu as perdoarás
4 É bem-aventurado ͜ aquele a quem Deus escolher
E pra que ͜ assista nos teus átrios, faze-o chegar a ti
Com a bondade da tua casa, fartos seremos, sim

5 Em tua justiça, nos respondes, ó Senhor nosso Deus
Tremendos feitos realizas, ó nosso Salvador
De todos os confins da terra, tu esperança és
Também dos mares mais longínquos, tu esperança és

6 Por tua força, consolidas os montes, ó Senhor
Cingido de poder, 7 aplacas dos mares o rugir
Das suas ondas o ruído, das gentes os motins
8 Quem nos confins da terra ͜ habita teme os teus sinais

Os que procedem do ͜ oriente, ou do ͜ ocidente vêm
Tu fazes que, bem jubilosos, eles exultem, pois.
9 Regas a terra e ͜ a visitas, enriquecendo-a mais
Sim, tu, Senhor, a enriqueces, em grande profusão

Os teus ribeiros abundantes de ͜ águas a derramar
A terra tu dispões, preparas, para o cereal
10 Regando os sulcos, aplanando todas as leivas, pois,
Que amolecem com chuviscos, bênçãos na produção

11 E ͜ o ano, que foi produtivo, tu coroaste, ͜ ó Deus
Da tua bondade coroada foi toda ͜ a produção
E nos teus rastros, tem gordura, que ͜ está a destilar
12 Sobre ͜ as pastagens do deserto, fartura ͜ a destilar

Vestem-se ͜ os montes de ͜ alegria, grande jubilação
13 cobrem-se ͜ os campos de rebanhos, vales a se vestir
De ͜ espigas, que cobrem os vales em grande ͜ exultação
Vales e montes exultando, alegres a cantar