Salmo 7A
Melodia: Saltério de Genebra
Métrica: 9 9. 8 8. 9 9. 8 8
Compositor: Louis Bourgeois, 1542
Harmonização: Claude Goudimel, 1564
Letra: Comissão Brasileira de Salmodia, 2009
Senhor meu Deus, em ti procuro
Refúgio dos perseguidores
Oh! Livra e salva a mim, Senhor
Que não me possam devorar
Como leão, me despedacem
Sem ter alguém que me defenda
Senhor, se culpa tenho eu,
Se minhas mãos pecado têm,

Se ao que estava em paz comigo
Retribui-lhe com maldade,
Eu, que poupei meu opressor,
Que o inimigo sobre mim
Venha, persiga e me alcance,
Seus pés esmaguem minha vida
E arrastada até o pó
A minha glória ficará

Ergue-te, ó Deus, na tua ira
Contra o furor dos inimigos
Exalta, ó Deus, o teu poder,
Desperta-te em meu favor,
Pois o juízo ordenaste
Ao teu redor, juntem-se os povos
E sobre eles vem reinar
Todos os povos julgarás

Conforme a minha retitude,
Segundo a minha integridade,
Julga e prova-me, Senhor
Cessem dos ímpios os atos maus
Mas tu estabeleces o justo,
Pois sondas corações e mentes
Ó justo Deus, escudo meu
Que salva os bons de coração

Justo juiz é o nosso Deus
Todos os dias se enfurece
Se o homem não se converter
Deus sua espada afiará
Armado e pronto está seu arco
Tem contra ele preparado
Armas de morte construiu,
Setas ardentes Deus já fez

Eis que o ímpio está com dores,
Pois concebeu iniquidade
A falsidade deu à luz
Abre um poço e nele cai
Seu próprio mal a si retorna,
Mas eu a ti renderei graças
Segundo a tua retidão
Teu nome excelso louvarei