Salmo 1 (Genebra)
Melodia: Saltério de Genebra
Métrica: 10 10. 11 11. 10 10
Compositor: Louis Bourgeois, 1539
Harmonização: Claude Goudimel, 1564
Letra: Comissão Brasileira de Salmodia, 2009
1 Quão bem-aventurado é ͜ o varão
Que nunca anda ͜ em ímpia sugestão,
Não se detém no ͜ andar de pecadores
Nem se associa ͜ aos escarnecedores,
2 Mas seu prazer na lei de Deus está
E ͜ em dia ͜ e noite nela meditar.

3 Tal como ͜ arbusto, ͜ à beira de ͜ água ͜ está,
Que, ͜ em tempo próprio, ͜ o fruto ele dá,
Sua folhagem nunca desvanece.
Tudo que faz é bom, prospera ͜ e cresce.
4 Os ímpios nunca podem se ͜ igualar,
São como ͜ a palha ͜ ao vento a voar.

5 Por isso, ͜ os ímpios não subsistirão.
E, no juízo, todos cairão.
Entre os justos, quando congregados,
Serão os pecadores derrubados.
6 Dos justos Deus conhece ͜ o caminhar,
Mas o ͜ ímpio, seu caminho morrerá.