Salmo 4B (harmônico)
Melodia: Penitence
Métrica: 11. 11. 11. 11
Compositor: Spencer Lane, 1913
Letra: Comissão Brasileira de Salmodia, 2009
Deus, justiça minha, ouve, eu clamo a ti,
Tens me aliviado na angústia e dor
Tem misericórdia de mim, quando clamo
Ouve a minha prece; minha oração

Homens, até quando vós transformareis
Em vexame a minha glória e esplendor?
Homens, até quando amareis vaidades?
Até quando a vil mentira buscareis?

Mas sabei que Deus distingue seus fiéis,
O Senhor me ouve quando eu clamar
Irai-vos, e não pequeis, e no travesseiro
Consultai o coração e sossegai

Sacrifícios de justiça oferecei
No Senhor esteja vosso confiar
Muitos dizem: “Quem a nós, o bem nos fará saber?”
A luz do teu rosto ergue sobre nós

Pões mais alegria no meu coração
Do que quando a eles sobram vinho e pão,
E em paz me deito. Sem demora, o sono vem,
Pois só Deus me faz seguro repousar